sábado, julho 21, 2007

É certo que toda a gente numa certa altura da sua vida se sentiu ou se vai sentir a rebentar a escala da angústia, seja por tudo... Ou por nada. Têm me visto de maneira diferente ou se calhar já me importei mais com isso... Com algumas pessoas ainda me importo...

Os gritos que vêem de fora, os de dentro... Só o existir é levado a sério, e mesmo esse não é bem-vindo. Quem me dera ver a vida com outros olhos! Com aqueles que têm força, que são gente... Não consigo viver nem morrer, será isso o inferno? Somos únicos, e depois? Já não penso, já não reajo, já não como, já não durmo da mesma maneira... E isso acaba comigo... Não me reconheço. E os outros? Sentem isso também. O que acaba ainda mais comigo.

1 comentário:

João disse...

A vida não é nada fácil...percebemos isso depois dos 20. Começamos a ficar uns cagões sentimentais, com medo da morte, e com inseguranças que nos diziam acabar na adolescência. Mas também se ganham novos horizontes, uma certa sabedoria, um gosto em sermos nós e de nos termos para sempre. Cultiva-te...cuida de ti (sim, bebe pleno tb, e o resto vem por acréscimo. ;)

Whaaaaaaaaat? Ainda ontem tinha 6 anos...