terça-feira, maio 15, 2007

Esclarecida? Ele há gente que manda umas msg's muito esquisitas...

"Todos os anos, milhares de pinguins imperadores fazem uma longa jornada e se encontram no centro do continente gelado para se reproduzir. Os casais se formam, acasalam e, dentro de algumas semanas, a fêmea bota apenas um ovo. Ela o deixa com o macho e enfrenta uma jornada de 80 km em direção ao mar, para se alimentar. Os pingüins machos aquecem o ovo com seus corpos e o protegem do frio durante dois meses, sem comer. Os filhotes nascem e as fêmeas retornam, alimentadas. Elas regurgitam a comida para alimentar os pequenos pingüins, e então é a vez dos machos irem para o mar se alimentar, enquanto as mães assumem os cuidados com os filhotes. Enquanto crescem, os pingüins ficam reunidos em grupos chamados "creches". Quando atingem a independência, eles realizam sua primeira jornada e vão para o mar pescar por conta própria."

"No reino animal, aos animais como o galo de luta, os cavalos de corrida e os touros de casta ou corrida de touros, os médicos veterinários cuidam da sua energia sexual para que não a percam e se desenvolvam fortes e vigorosos. Os galos de luta são de pouco peso e tamanho. Os criadores de galos colocam-lhes quando pequenos uma corda e os atam a uma estaca ou pau. O objectivo de esta acção é evitar que o galo de luta se junte sexualmente com as fêmeas da sua espécie e ao perder a sua energia sexual, atrofie seu desenvolvimento e sua valentia. Assim cresce até converter-se em um galo. Este pequeno animal absorve a sua própria sãmente e com essa terrível força converte-se em um colosso. Se este galo de luta, casto no seu crescimento, chega a um galinheiro onde há um galo fornicario (acostumado a perder a sua energia sexual), em minutos leva-o até a morte, ainda que pese 5 vezes mais do que ele

Os cavalos de corrida recebem o nome de potros, porque os seus criadores não permitem que se juntem com as éguas enquanto completam o seu crescimento. Esta besta absorve sua própria sãmente e isto a embeleza, seu pelo brilha e a sua estampa é colossal. Os grandes criadores sabem que o cavalo pode perder energia sexual com a erecção e para evita-lo colocam-lhe no glande ou cabeça do pene, um aro de prata que evita que o animal chegue a erecção e por conseguinte perca a sua matéria seminal. Isto é tido entre os criadores como um grande segredo. A estes colossos, por sua grande fortaleza, que atingiram ao não perderem a energia sexual no seu crescimento, os homens construíram-lhes dispendiosos hipódromos onde se cobram elevadas somas para poder vê-los, e milhões de homens no mundo estão pendentes dos favoritos e fazem apostas colossais. Ademais, temos os touros. Os humanos valoram economicamente aos animais pelo seu poder sexual, assim classificamos 4 tipos de touros:


* TOURO DE PESO: Vale o que pesa, geralmente é um touro castrado.

* TOURO PADRÃO: (Padrão vem de padre) Todo bom ganadeiro escolhe o seu melhor touro e o mantêm bem cuidado e alimentado na sua ganaderia. Quando há uma fêmea de qualidade, retira o touro da ganaderia para que se cruze com a fêmea, logo volta a leva-o a ganaderia, pois é um touro reprodutor e tem que cuida-lo. Nas ganadeiras sabe-se que quando um macho dispõe de um maior número de fêmeas, as crias nascem defeituosas, pelo abuso sexual. Um ganadeiro, não escolhe como reprodutor um touro esgotado pela perda das suas energias sexuais.

* TOURO SEMENTAL: (Semental vem de sémen) É um touro belíssimo, de qualidade e de grande força. Vale milhões de pesos. É bem alimentado, não lhe é permitido cruzar com fêmeas, e através de aparelhos electromecânicos extrai-se-lhes a sua energia sexual para venderem o esperma a ricos ganadeiros por milhões de pesos, para reprodução. Este touro recebe o nome de touro virgem pois jamais lhe é permitido ter relações com fêmeas antes de culminar o seu desenvolvimento. Os espermatozóides de este touro tem um valor no mercado, valem milhões de pesos. O médico dos animais, ou seja o veterinário, sabe que a boa semente para reproduzir é a de um animal que se desenvolve plenamente sem perder sua energia sexual.

* TOURO DE CASTA: É um touro bravíssimo especial para tourear, para isso nasce. Não lhe é permitido perder a energia sexual jamais na sua vida e quando sai à arena tem uma força descomunal. Não se cansa, corre por toda a praça e é farpado para quitar-lhe força, assim sangrando não sente dor e enfrenta-se ao toureiro. Qualquer pessoa que haja assistido a uma corrida de touros ou tenha visto pela TV, terce-a dado de conta que o touro de casta tem os testículos ou gónadas recolhidos. Quando os testículos balançam é símbolo de degeneração sexual, tanto no touro como no ser humano. Estos touros de casta tem grande estampa, agilidade, seu pelo brilha, valem milhões de pesos e quando lidam a um desses colossos, as pessoas pagam o que lhes pedem para vê-los morrer como valentes, e realmente morrem como valentes e ainda com a espada cravada de morte, essa força sexual lhes da grande valor que ainda assim, estes touros tem matado a muitos toureiros, particularmente na Colómbia a Pepe Cáceres e a Paquirri, entre outros."


"O zangão é o macho da colméia;

São responsáveis pela fecundação da rainha;

Por ser o único a ter livre acesso a qualquer colméia, é o grande propagador de doenças entre as colméias. Vive até fecundar a rainha ou quando a colmeia tiver suprimentos em demasia. Depois que fecunda a rainha seus órgãos genitais juntamente com seu intestino, ficam presos à rainha. Se tiver sorte, viverá ainda por um ou dois dias.

Rainha:

Responsável pela colocação de ovos;

Responsável pela união e harmonia da colmeia;

Só há uma rainha em cada colmeia. Quando nasce uma rainha na colmeia, a primeira coisa que ela faz é destruir as outras raleiras. Se por ventura nascerem duas ou mais rainhas ao mesmo tempo, elas brigam até morrer, podem também se tolerar desde que sejam todas virgens. Não coletam pólen nem néctar, também não fazem mel, geleia real e muito menos cera. Vivem de um a cinco anos dependendo de sua actividade diária.

Após ser fecundada pelo zângão, os espermatozóides ficam guardados em uma câmara chamada esperma teca e serão utilizados pela vida toda da rainha. Ao porem os ovos nas células menores, eles são fecundados e deste processo se originarão as fêmeas. Quando ocorre da rainha depositar os ovos numa célula maior, eles não serão fecundados pelos espermatozóides e darão origem a machos. Esta reprodução é chamada de assexuado ou partenogénese que é muito comum entre os insetos. Um fato curioso a este respeito da reprodução que dá origem ao zângão é que ele não tem pai, somente avós, e assim mesmo maternos."


PS.: A vaca é a fêmea do touro? É sim senhora...

1 comentário:

rita disse...

LOOOOOOOOOOOOOOOOL realmente uma pessoa apanha com cada pergunta=/ e às tantas da matina é ainda mais surreal...enfim, ms kd é pa aprender alguma coisita, vale sp a pena:P d nd;) * lolol

Whaaaaaaaaat? Ainda ontem tinha 6 anos...