sexta-feira, março 12, 2010

Pior do que ouvir tony carreira num autocarro da rodonorte, é ouvir o toy num autocarro da rodonorte e uma mulherzinha munida de um gravador no volume máximo onde tinha a sua voz gravada, a tentar cantar fado. A mulher ouvia-se, cantava por cima e o toy fazia voz de fundo. A velha fazia uma coisa extraordinária, é a primeira vez que alguém consegue transformar o 'rua do capelão' num arrastamento duma procissão de velas em Fátima. Eu por sorte estava mesmo no banco de trás. Nunca presenciaria tal coisa se não estivesse... óbvio que depois de terem passado 15min já não tinha piada. Sugerimos-lhe os meus fones. Ela aceitou. Já só se ouvia o Toy. Passaram 10min, devolveu-me os fones, ela não gostava de ouvir assim... Começou a cantar outra vez. Entrou Júlio Iglésias. O meu mp3 não me fazia abstrair de nada. Toda eu fervia. Era beter-lhe ou ir para o fundo do autocarro para não a ouvir. Fui para o fundo. Contudo, foram umas 5 horas muito agradáveis...

2 comentários:

Miss Kin disse...

Diz que agora é moda, dar música aos transeuntes... Malditos telemóveis com música e altifalantes!

Ana disse...

LOL não aproveitaste para te juntar à sra???

Há uns dias, no metro da inbicta, numa carruagem cheia, um guninha põe a i want to live in ibizaaa a bombar, uma versão qlq mais remix...e, preocupado com a eventualidade de não estar a bombar o suficiente, diz (berra) para o colega na ponta oposta da carruagem "oh Tone tazoubir?".

Agradeci o "sonoro" ambiente e lamentei o ipod sem bateria:(

Whaaaaaaaaat? Ainda ontem tinha 6 anos...